Certificações

GLOBAL GAP

O GLOBALG.A.P. é um protocolo privado de certificação voluntária, com reconhecimento internacional de Boas Práticas Agrícolas (Good Agricultural Practices G.A.P.). Seu objetivo é aumentar a confiança do consumidor na inocuidade dos alimentos, demonstrando o compromisso do produtor com a segurança e sustentabilidade alimentar, além de ser uma ferramenta para a abertura de novos mercados e fidelização dos já atendidos.

A norma GLOBALG.A.P. aborda principalmente os  pontos de rastreabilidade, técnicas de produção (uso controlado de defensivos químicos), preservação do meio ambiente e recursos naturais, aspectos higiênicos (não-contaminação química, física e biológica) e sociais (ambiente de trabalho adequado).

TESCO NURTURE

A TESCO NURTURE (antes conhecida como TESCO NATURE'S CHOICE SCHEME) é um padrão que todos os produtores de alimentos in natura ao redor do mundo têm que alcançar para prover frutas e hortaliças in natura para a rede de supermercados TESCO na Europa.

A TESCO NURTURE foi introduzida em 1991 para controlar o uso de produtos químico e desenvolver padrões de produção ambientalmente sustentáveis para produtores.

O padrão foi desenvolvido para assegurar que produtos in natura tenham qualidade máxima e venha de produtores que utilizam as Boas Práticas Agrícolas, que operem de um modo ambientalmente responsável, considerando a saúde e responsabilidade social para seus colaboradores.

GRASP

O GRASP é um protocolo do próprio GlobalGAP, que assegura que a responsabilidade social daquela empresa certificada vai além do que foi exigido de forma básica pela certificação inicial, verificando se a empresa realmente aplica princípios de respeito ao trabalhador, a seus fornecedores e clientes e atua para melhorar a condição de vida de todos, de forma justa, sem nenhum tipo de preconceito.

HACCP

A certificação HACCP promove a integração de sistema de autocontrole de higiene e segurança alimentar UNI 10854 com a norma ISO 9001 de certificação de qualidade. Com este serviço, que deve ser fornecido por uma empresa externa tal como o RINA Brasil, as organizações podem garantir que seus processos de produção são controlados, também em observância da mais recente legislação nacional e comunitária.